Seu Escritório de Arquitetura, digital.

Porcelanato – Como escolher o porcelanato ideal para cada ambiente?

Um jovem casal, olhando uma peça de porcelanato para reformar sua casa em uma loja de materiais de construção
Um jovem casal, olhando uma peça de porcelanato para reformar sua casa em uma loja de materiais de construção

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade 

Uma das primeiras dúvidas quando se trata de piso é: Qual tipo de piso irei utilizar? Cerâmica ou Porcelanato? E pra cozinha, qual tipo de porcelanato devo utilizar? Porcelanato mancha? Porcelanato arranha? Posso colocar porcelanato no piso? parede? E no teto pode? Qual porcelanato que eu posso usar no banheiro? Porcelanato escorrega?

Um jovem casal, olhando uma peça de porcelanato para reformar sua casa em uma loja de materiais de construção
Um jovem casal, olhando uma peça de porcelanato para reformar sua casa em uma loja de materiais de construção

A grande pergunta é:

Como escolher o porcelanato ideal para cada ambiente?

Se você tem algumas das dúvidas acima, nesse artigo iremos elucidar algumas das mais comuns sobre porcelanato e quais fatores que você dele levar em conta na hora de escolher o porcelanato ideal para não errar e fazer bonito na sua casa!

Cada ambiente tem características e funções específicas, por conta disso, é importante você levar em consideração alguns pontos para acertar em cheio na escolha do porcelanato ideal para cada ambiente da sua casa.

Porcelanato em banheiros

Para acertar a dica principal é: Evite utilizar porcelanato polido no piso.

Porcelanatos em banheiros: Fonte https://archtrends.com/projeto/portobellosa/caderno-de-ensaios-ed-02-/42988

Dentro do box: você deve priorizar o uso de porcelanato natural, ele possui um acabamento forte, e tem um alto coeficiente de atrito. Essas características o tornam antiderrapante, mas isso não o impede de escolher o porcelanato esmaltado acetinado ou EXT.

Fora do Box: Já nas outras áreas do banheiro você pode escolher o do tipo esmaltado acetinado. Sendo ele EXT ou esmaltado acetinado, escolha sempre com o acabamento retificado. O porcelanato de borda reta (retificado) utiliza menos rejunte, deixa o piso mais uniforme e alinhado, além de facilitar a limpeza.

Posso usar o tipo polido na parede do banheiro?

Claro que sim, recomendo apenas que não use no piso. Na parede, todos os tipos de porcelanatos estão liberados.

E quais as medidas (dimensões) do porcelanato que eu posso usar no banheiro?

A melhor medida é aquela que você não precise de muitos recortes, faça um cálculo do tamanho do ambiente (piso e parede) para ver a quantidade de peças necessárias para comprar.

Normalmente a medida mais usada para porcelanato no banheiro é de 60 x 60cm, em outros casos, dependendo das dimensões (largura e comprimento) do ambiente, é possível utilizar peças de 100 x 100cm ou até mesmo 120 x 60cm ou 120 x 120cm.

É interessante também fazer uso de porcelanato com dimensões parecidas (módulos) para que os encontros sejam iguais. Tipo 60 / 120 / 240cm, não tem erro!

Utilizando uma peça com poucos recortes (escolha ideal para banheiros pequenos) você terá uma sensação de amplitude no ambiente.

Reforçamos: Não utilize porcelanatos do tipo polido em banheiros, você pode ter sérios acidentes e escorregar feio.

Porcelanato em cozinhas

Quando se fala de cozinha, o ponto principal é: que seja fácil de limpar! A cozinha é um ambiente que está exposto à gordura e a umidade. O porcelanato mais adequado para a cozinha é o porcelanato esmaltado acetinado. Os porcelanatos acetinados não possuem acabamento brilhante (como o porcelanato polido), isso acontece porque em seu processo de fabricação recebe uma esmaltação fosca ao final da sua produção.

Qual Porcelanato usar na Cozinha?   O porcelanato mais adequado para a cozinha é o porcelanato esmaltado acetinado. Os porcelanatos acetinados não possuem acabamento brilhante (como o porcelanato polido), isso acontece porque em seu processo de fabricação recebe uma esmaltação fosca ao final da sua produção.
Qual Porcelanato usar na Cozinha? O porcelanato mais adequado para a cozinha é o porcelanato esmaltado acetinado.

Como a cozinha tem um uso mais moderado e um tráfego de pessoas mais intensa do que um banheiro ou quarto, o índice do Local de Uso é utilizado para determinar as propriedades químicas da superfície da peça.

Porcelanatos em cozinhas. Fonte: https://archtrends.com/projeto/portobellosa/cozinhas/4371

Quanto maior esse índice, mais resistente a peça é, isso também é proporcional ao preço, então quanto mais resistente, mais caro!

Por ser acetinado e possuir uma superfície mate, ele “esconde” a sujeira e não a deixa tão exposta. Sua limpeza é fácil e não é tão escorregadio quanto o polido. Em alguns casos, pode se fazer uso do porcelanato natural, que é mais resistente e é indicado para áreas molhadas.

Porcelanato para Quartos e Salas

As escolhas para revestimentos para quartos e salas são quase infinitas, são tantas opções que chega até paralisar na hora da escolha, sejam eles, porcelanatos polidos, esmaltados e acetinados. Ai entram os que imitam porcelanatos que imitam madeira, os marmorizados, texturizados e uma infinidade de possibilidades.

Porcelanatos em salas e quartos. Fonte imagem: https://archtrends.com/projeto/portobellosa/caderno-de-ensaio/42392

Nesse ponto o que vai priorizar sua escolha é o seu estilho, não sabe qual é o seu estilo? Clique aqui para descobrir, nesse teste você descobrirá qual é o seu estilo.

Após descobrir o seu estilo, você terá possibilidades de escolher o que mais se adequa as suas necessidades. Se você curte o estilo industrial, uma boa pegada é usar porcelanatos que imitam o cimento queimado, já se você tem um estilo clean, pode fazer uso de porcelanatos brancos e até mesmo os monocromáticos.

E pra fechar com chave de ouro, escolha sempre os de borda reta (porcelanato retificados), e se seu espaço for reduzido, a dica é que escolha peças de formatos maiores, pois darão uma sensação de amplitude ao ambiente. Quanto menos cortes e peças melhor!

Quanto menos cortes e peças melhor!

Dependendo da sensação que você quer trazer e apresentar através das suas escolhas do piso, você pode conseguir uma sensação de aconchego utilizando um porcelanato amadeirado, ou mais moderno utilizando um porcelanato imitando cimento queimado, ou clean e extra limpo fazendo uso dos porcelanatos polidos e de preferência brancos.

Porcelanato para as áreas externas

Para as áreas externas o mais recomendado é o porcelanato natural (conhecido como técnico). Outro detalhe é ver se na indicação do fabricante o coeficiente de atrito é superior a 0,4 para reduzir as chances de escorregamento. Assim como os demais ambientes, a escolha de borda reta (porcelanato retificado) para dar mais uniformidade ao ambiente.

Qual tipo de porcelanato mais adequado para áreas externas? Fonte Imagem: https://archtrends.com/projeto/portobellosa/casacor-bolr-via-2021/42515

Nas áreas externas os principais cuidados são com as áreas que podem sofrer ação das águas, seja ela por meio das chuvas e/ou áreas molhadas (perto da piscina), quando se lava o carro (garagem), áreas gourmet, lavanderia, decks, varandas e jardins.

Todas essas áreas devem ser analisadas para que sejam escolhidos porcelanatos que sejam resistentes a ação do tempo e que reduzam os risco de acidentes.

Uma super vantagem do porcelanato técnico é que ele tem uma alta resistência mecânica, e baixa absorção de água (menor ou igual a 0,1%).

Outro tipo de porcelanato que pode ser usado é o EXT. Ele tem um acabamento mais forte e abrasivo. Possui uma textura mais bruta, elevando o coeficiente de atrito, tornando-o mais resistente e antiderrapante.

Como escolher o tamanho do porcelanato?

Uma dica crucial para escolher corretamente o tamanho do porcelanato é dividir a maior medida do ambiente por 2, sequencialmente até conseguir chegar a uma dimensão comercializada.

Exemplo: Supomos que seu ambiente tenha 3,20 x 4,40, basta dividir 4,40 por 2 e seu resultado será 2,20. Divida novamente por 2 e seu resultado será 1,10, dividindo novamente por 2 teremos como resultado 0,55, que significa que a dimensão ideal é a 60 x 60 cm. Os recortes das peças você colocará fora do campo visual escolhendo o local menos visível do campo de visão.

Das opções disponíveis no mercado, as dimensões de porcelanatos mais comuns são:

  • 60×60 cm
  • 80×80 cm
  • 90×90 cm
  • 60×120 cm
  • 120×120 cm
  • 120×240 cm
Exemplo de porcelanato na cozinha utilizando o ARTSY CEMENT 90X90 NATURAL RETIFICADO da Portobelo

Nessa cozinha da imagem foi usado o Porcelanato Artsy Cement tamanho 90X90 da Portobelo.
Ele é um porcelanato do tipo natural, com borda retificada e tem uma variação visual V2.

Variação de Tonalidade nos Porcelanatos

Outro fator que envolve uma boa escolha do seu piso é a variação de tonalidade.

Todos os porcelanatos tem uma classificação (V1, V2, V3 ou V4), indicando a variação de tonalidade.

V1 = Variação uniforme. A diferença entre as peças é bem sutil.
V2 = Variação leve. As peças tem uma pequena variação de tonalidade.
V3 = Variação moderada. As peças tem variações de estampas em uma mesma caixa, mas as nuances são bem parecidas, proporcionando um aspecto natural ao seu ambiente.
V4 = Variação aleatória. Essa classificação é o máximo de variação que um piso pode ter. Materiais com esse tipo de especificação, podem ter uma peça completamente diferente da outra.

Dica: antes de tomar a decisão de comprar um tipo de piso que tenha variação de tonalidade V3 ou V4, peça para o vendedor mostrar mais de uma peça ou fotografias, para que você ter noção das diferenças entre as peças de porcelanato.

Diferenças entre borda retificada e bold

Porcelanato: Diferença entre o acabamento Retificado e Bold.

Os porcelanatos, assim como os demais revestimentos tem diferentes tipos de acabamentos de borda. Existem as bordas bold, que também são conhecidas como bordas arredondadas ou abauladas. E existem as bordas retificadas, que também são conhecidas como bordas retas.

[Borda Bold]

Já os que tem a borda bold é utiliza o acabamento mais tradicional, onde as bordas são levemente arredondadas, além das variações dentro dos padrões normativos. E para compensar essas variações as bordas do tipo bold, pendem um espaçamento maior entre uma peça e outra, que podem variar entre 3 mm a 10 mm.

Sendo assim, o uso de rejunte é maior entre as peças.

Porcelanatos Retificados utilizam menos junta de assentamento, cerca de 10X menos que os de acabamento bold gerando economia.

[Borda Retificada]

Já o porcelanato que tem o acabamento do tipo borda retificada (borda reta) ele recebe um acabamento a mais em sua produção. Deixando suas bordas praticamente retas. Isso permite que os espaçamentos entre as peças sejam menores, que podem varia de 0,5mm a 2 mm.

Neste caso, a quantidade de rejunte é menor e que, além de economizar, você observará um aspecto visual do porcelanato de forma mais uniforme no seu ambiente.

Existem alguns fabricantes que permitem a tão falada Junta Seca. A junta seca nada mais é que o encontro entre as duas peças mas não dispensa o uso de rejunte. Em áreas secas o uso do rejunte pode ser opcional, dependendo das especificações de cada fabricante. Já em áreas molhadas (banheiros, área de serviço, cozinha) é importante que sejam utilizados rejunte acrílico ou epóxi, para evitar qualquer tipo de infiltração.

Juntas de Assentamento nos Porcelanatos

As placas cerâmicas possuem alguma variação geométrica admissível dentro de um mesmo lote tal como tamanho, esquadro, empeno e retitude lateral. Quanto maiores forem estas variações, maior será a largura do rejunte.

Trabalhar com juntas mais finas que o recomendado pelo fabricante irão realçar estas imperfeições na forma de juntas “caminho de rato”, tropeços, sombras, recortes irregulares, etc.

Veja na tabela abaixo as juntas mínimas para cada tipo. Mas não se preocupe, na caixa do porcelanato, na loja ou no site do fabricante é possível encontrar essa informação.

ProdutosJunta Mínima
Monoporosa Retificada (BIII)1,0 mm
Monoporosa Bold (BIII)1,5 mm
Porcelanato Técnico e Esmaltado Retificado (BIa)1,5 mm
Porcelanato Esmaltado Bold (BIa)3,0 mm
Grês (BIb)3,0mm ou 5,0mm (conforme o telado)
Semiporoso (BIIb)3,0 mm ou 5,0 mm (conforme especificado na caixa)

Lembrando que nessa tabela acima são especificações de apenas um fabricante. No geral as variações entre as juntas de assentamento entre pisos e revestimentos (dependendo do tipo e acabamento) podem variar de 0,5mm até 10 mm.

O que é porcelanato?

O assunto é bem vasto e daria outro artigo, mas vamos aos pontos mais interessantes e que irão tirar várias dúvidas.

O porcelanato é um tipo de cerâmica, fabricada com alta tecnologia de prensagem a elevadas temperaturas. Este processo de fabricação resulta em uma peça com alta resistência e baixa porosidade, ou seja, pouca absorção e água.

As duas principais diferenças entre o piso cerâmico e o porcelanato são: composição e a queima.

Composição: o piso cerâmico é composto de 70% de argila, enquanto no porcelanato tem 70% de minerais rochosos.

Queima: o piso cerâmico a queima é feita em torno de 850 ºC, já o porcelanato é por volta de 1250 ºC. Quanto maior a temperatura de combustão, maior é a resistência do material.

Em resumo: O piso em porcelanato é então, mais resistente e durável que o piso cerâmico.

1 Compart.
Compartilhar
Pin1
Telegram
Twittar
WhatsApp